Ilustradores > Mauricio Negro
Mauricio Negro

É ilustrador, escritor e designer, formado em comunicação social. Colaborador de diversos projetos, especialmente com temas ancestrais, étnicos, mitológicos, brasileiros ou ambientais. Também desenvolve projetos próprios, tais como Zum Zum Zum (2004), Jóty, o tamanduá (com Vãngri Kaingáng, 2010), A palavra do grande chefe (com Daniel Munduruku, 2007) e Quem não gosta de fruta é xarope (2006). Altamente recomendável pela FNLIJ, tem participado de exposições e catálogos pelo Brasil, Argentina, Alemanha, China, Eslováquia, México, Itália, Coreia e Japão. Selecionado no CJ Picture Book Festival (Coreia, 2009), recebeu o NOMA Encouragement Prize (Japão, 2008) e menção especial White Ravens (Alemanha, 2000). É membro do conselho gestor da SIB (Sociedade dos Ilustradores do Brasil). Morou na França entre 2005 e 2006. No retorno ao Brasil, intensificou sua releitura poética de raiz, pré-colombiana, indígena, africana, de arte espontânea ou popular. As ilustrações deste livro foram inspiradas pela paisagem, cultura e estética tradicional da etnia luo, e resultam da mistura entre monotipia, tingimento natural e acabamento digital.